Retossigmoidoscopia Flexível

A retossigmoidoscopia flexível permite a avaliação das mucosas do reto e da porção final do intestino grosso.

A retossigmoidoscopia flexível permite a avaliação das mucosas do reto e da porção final do intestino grosso, por meio da inserção de um tubo flexível (da espessura de um dedo) através do ânus. Na ponta deste aparelho há uma câmera que capta as imagens e as transmite para um monitor de televisão, onde elas são vistas e avaliadas pelo médico examinador.

Durante o exame, o paciente permanece deitado de lado ou de barriga para cima. A duração é de 10 a 15 minutos. Não é necessário jejum, porém para que seja realizada uma avaliação adequada, o intestino deve estar limpo, livre de resíduos. Isto é obtido por meio de uma lavagem intestinal, que é feita pelo próprio paciente, em casa.

Se necessário, poderá ser realizada a retirada de pólipos ou de biópsias (retirada de um ou mais fragmentos da mucosa). Neste caso, o material deverá ser encaminhado para avaliação em um laboratório (exame anátomo-patológico).

O resultado geralmente é entregue logo após o término do procedimento e, a menos que seja orientado do contrário, o paciente poderá alimentar-se normalmente e retornar às suas atividades habituais.

Complicações são raras, no entanto é importante reconhecimento de seus sinais iniciais. O médico deverá ser informado em caso de dor abdominal intensa, febre, calafrios ou sangramento.